#04 Jornadas INTERACT

10 de abril de 2019

Sobre as #04Jornadas INTERACT

A Quarta Edição das Jornadas INTERACT permitiu apresentar os contributos produzidos/desenvolvidos ao longo dos três anos aos seus parceiros e stakeholders, abrindo um espaço de debate sobre os “Desafios para o Mundo Rural em Trás-os-Montes e Alto Douro”.

O projeto apresentou resultados em matéria de investigação, nomeadamente mais de uma centena de publicações internacionais. Cada linha de investigação teve a oportunidade de mostrar as conclusões do trabalho efetuado pelas várias tarefas, havendo mesmo a oportunidade dos responsáveis dessas tarefas explicarem em que consistiu a sua investigação, demonstrando o que foi feito para uma efetiva transmissão do conhecimento.

ONDE

Auditório Pólo II da Escola de Ciências e Tecnologia
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

QUANDO

Quarta-feira
10 de abril de 2019


Posters

Consulte o programa completo.


em atualização


em atualização


em atualização

Conclusões

A Quarta Edição das Jornadas INTERACT permitiu apresentar os contributos produzidos/desenvolvidos ao longo dos três anos aos seus parceiros e stakeholders, abrindo um espaço de debate sobre os “Desafios para o Mundo Rural em Trás-os-Montes e Alto Douro”.

O primeiro painel abordou o tema da “Sustentabilidade Ambiental e Alterações Climáticas”, concluindo que existe a necessidade de conjugar a agricultura e a biodiversidade, através dos conceitos de Rewilding, Landspare e Landshare. Esta necessidade é ainda maior quando as Alterações Climática afetam diretamente o ordenamento do território. Uma das ferramentas de análise poderá ser uma base de dados sobre precipitação, desenvolvida no âmbito do projeto INTERACT, e que é uma referência a nível nacional.

O segundo painel debruçou-se sobre “Bioprodutos e Inovação Tecnológica”, mostrando técnicas usadas na viticultura pelas duas empresas representadas, e concluindo que a viticultura é viável mas é essencial que haja uma partilha efetiva de conhecimento entre as universidades e os viticultores. Além disso, é necessário criar a educação para o azeite, fomentando o seu consumo em matéria de saúde. Por seu turno, ainda existe um estigma em relação aos produtos biológicos, havendo necessidade de decisões políticas, principalmente, para enfrentar as alterações climáticas. De facto, a indústria procura soluções para os seus problemas, nomeadamente junto das instituições de investigação ou de projetos científicos como o INTERACT, mas a curta duração dos projetos, entre três ou quatro anos, é frustrante.

Por último, o terceiro painel debateu o tema “Desertificação Rural e Coesão Territorial”. A renovação do Interior assenta na renovação da economia mas esta é influenciada por uma descentralização/regionalização frágil face à centralização histórica do país. A agricultura (principalmente, a agricultura familiar) desempenha um papel fundamental na resiliência dos territórios. É necessário prestar atenção à sustentabilidade demográfica. No entanto, não é possível ter permanentemente uma visão crítica sobre os impactes da agricultura. Ficou denunciada uma visão errada das gentes das cidades relativamente ao mundo rural. Deste modo, é necessária uma apropriação de conhecimento de modo a refletir a necessidade imperiosa de definir modelos de desenvolvimento sustentáveis nos territórios, tendo em conta o incremento da pressão nos sistemas alimentares.

O projeto apresentou resultados em matéria de investigação, nomeadamente mais de uma centena de publicações internacionais. Cada linha de investigação teve a oportunidade de mostrar as conclusões do trabalho efetuado pelas várias tarefas, havendo mesmo a oportunidade dos responsáveis dessas tarefas explicarem em que consistiu a sua investigação, demonstrando o que foi feito para uma efetiva transmissão do conhecimento.

Versão PDF

Resumo dos trabalhos das #04Jornadas

Aceder

Galeria de Fotografias